Empreendedorismo

Aceleradora da Noruega Busca Startups Brasileiras de Alto Impacto

startups de alto impacto

A concorrência entre os polos de empreendedorismo europeus não para de crescer.

 

Berlim, Paris, Londres e Lisboa enfrentam, agora, Oslo (Noruega), que se encontra na 8ª posição entre os países com maior facilidade de se fazer negócios no planeta.

 

O fundador e CEO da Katapult Accelerator, Haakon Brunell, afirmou, em entrevista à revista PEGN, que sua aceleradora já apoiou 23 startups globais, e que cada uma recebeu até US$ 150 mil em troca de 8% de participação no negócio.

 

São bem-vindas as startups que desenvolvam soluções socioambientais utilizando novas tecnologias de inteligência artificial, blockchain, realidade virtual e internet das coisas (IoT).

 

A aceleradora conduz os fundadores a uma imersão de 3 meses em Oslo. Os empreendedores selecionados também têm acesso a 120 mentores de alto impacto, além de serem auxiliados no processo de captação de investimentos.

 

Segundo Brunell, grande parte dos esforços é no sentido de ajudar os fundadores das startups a se conectarem com investidores e potenciais clientes. Para isso, os founders contam com orientação personalizada durante a aceleração.

 

Primeira colocada em Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e 3ª em PIB per capita, a Noruega vem apresentando um crescimento econômico robusto ao longo dos últimos anos.

 

aceleradora

 

O país escandinavo quer se tornar o ponto de encontro das startups de alto impacto e, de acordo com pesquisa recente, ocorreu um incremento de 160% nos investimentos em empresas disruptivas apenas em 2017.

 

Apesar do alto custo de vida típico de um país nórdico, a Noruega aposta na baixa tributação quando se trata de atrair talentos internacionais.

 

Entre as startups selecionadas nas duas primeiras edições do programa de aceleração, destacou-se uma que utiliza inteligência artificial para melhorar a qualidade dos medicamentos distribuídos em países em desenvolvimento.

 

Outro dos negócios selecionados é uma plataforma de e-commerce que facilita a venda de medicamentos de pequenas empresas no mercado africano.

 

Os principais negócios de interesse da Katapult Accelerator são as energias limpas, as cidades inteligentes, educação, saúde, inclusão democrática e economia circular.

 

A 3ª Rodada busca startups brasileiras

 

Na 2ª rodada de startups aceleradas, em fevereiro de 2018, inscreveram-se 1,5 mil candidatos, dos quais 126 eram da América do Sul. Dos sul-americanos, havia apenas 14 brasileiros.

 

empreendedorismo

Haakon Brunell, fundador e CEO da Katapult Accelerator

 

Segundo o fundador da aceleradora, “com uma das maiores economias do mundo, o Brasil é, de muitas maneiras, a principal força motriz da América do Sul. Adoraríamos contar com uma startup brasileira em uma próxima rodada.

 

Entre em ação

 

Onde se inscrever? Detalhes em http://katapultaccelerator.com/

Quando será a próxima rodada de aceleração? Provavelmente em agosto de 2018.

Quem pode se inscrever? Startups de alto impacto socioambiental.

Como encontrar a aceleradora nas redes sociais? Aqui estão os links da Katapult no Facebook, no Twitter e no Instagram.

 

Dúvidas? Comente 😉